EquipeVIVA 2021-02-17T10:26:51+00:00

EquipeVIVA

Maria Emilia Morete “Mia”

Desde criança seu sonho era “salvar as baleias”, pois na sua infância assistia na TV as cruéis imagens de matanças, já que naquela época a caça ainda era permitida no Brasil! Em 1986, com 16 anos, iniciou sua vida de ativista e participou de uma manifestação na Av. Paulista que pedia o fim da caça! Seguiu seu sonho… É bióloga formada pela Universidade de São Paulo e doutora em Ecologia pelo Departamento de Ecologia do Instituto de Biociências da USP. Trabalhou por 9 anos para o Instituto Baleia Jubarte (IBJ), em Abrolhos, desenvolvendo trabalhos de observação comportamental de baleias-jubarte na região ao redor do Arquipélago, a partir de ponto fixo de observação em terra, método nada invasivo, o que a possibilitou desenvolver sua tese. É até hoje pesquisadora associada do Instituto Baleia Jubarte, anualmente retorna para Abrolhos para treinar a equipe de campo no início da temporada reprodutiva das baleias. Ao longo de sua vida, participou de projetos de pesquisa associados ao governo dos Estados Unidos (NOAA), participou de uma Expedição Científica à Antártica e foi palestrante em congressos na área de mamíferos aquáticos, zoologia, ecologia e ética com animais. É autora e coautora de trabalhos científicos e capítulo de livro. Fundou o VIVA Baleias, Golfinhos e cia (hoje, VIVA Instituto Verde Azul) ainda com o grande desejo e esperança de salvar as baleias, golfinhos e toda preciosa biodiversidade da Terra, das grandes pressões antrópicas que sofrem, através da disseminação de conhecimento e sensibilização. Por respeito e amor aos animais, é vegana e ativista… E uma mãe “chata” que quer deixar para o planeta um ser humano ético, íntegro, que ama e respeita os animais!

link Lattes

Marina Leite Marques

Sua relação com o mar e com os animais que vivem nele começou desde muito nova, mesmo morando numa cidade como São Paulo, seus pais sempre garantiram o contato frequente com o mar. Em uma dessas viagens, aos 8 anos, vivenciou mergulhos cristalinos e viu de perto centenas de animais incríveis que desde então despertou a curiosidade e cuidado com eles. Escolheu o curso de Ciências Biológicas, com ênfase em Biologia Marinha. Graduada pela Universidade Santa Cecília, concluiu a Licenciatura e Bacharelado em 2004. Foi monitora e gerente de projeto em estudos de pesquisa clínica por 8 anos, porém a paixão pelo mar falou mais alto e resolveu se dedicar de fato aos animais… Trabalhou por dois anos como pesquisadora temporária no Instituto Baleia Jubarte, como coordenadora do Ponto Fixo de Abrolhos e como observadora de bordo de cetáceos na região do Banco dos Abrolhos. Foi capacitada e acompanha o monitoramento reprodutivo das tartarugas marinhas em Abrolhos, desde 2014. Tem experiência na área de Zoologia e Educação Ambiental, com ênfase em Conservação das Espécies Animais. Atualmente é pesquisadora-colaboradora do VIVA Instituto Verde Azul.

link Lattes

Rafaela Cristina Faria de Souza

A conexão com o mar foi descoberta aos 4 meses de vida, e assim foi cultivada graças aos avós maternos, que proporcionavam férias escolares a beira mar. O cuidado com os animais aflorou desde cedo, quando a vontade ainda era ser médica veterinária, mas foi na biologia que encontrou seu propósito e paixão. Hoje, é Licenciada e Bacharel em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Mestre em Ecologia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco e Especialista em Perícia e Auditoria Ambiental pela Faculdade Frassinetti do Recife. Seu primeiro contato com baleias ocorreu em 2011, através do Programa de Voluntariado do Projeto Baleia Franca, foi “amor ao primeiro borrifo”, e desde então, todos os encontros com essas gigantes desencadeiam fortes emoções e coração acelerado. Trabalha desde 2016 como pesquisadora temporária (durante a temporada reprodutiva das baleias) no Instituto Baleia Jubarte, coordenando as atividades de monitoramento de baleias jubarte, através de Ponto-Fixo de observação, nos arredores do Arquipélago de Abrolhos. Possui experiência na área de Educação Ambiental, Ecoturismo, Etnobiologia e Comportamento Animal. Pesquisadora-colaboradora do VIVA Instituto Verde Azul desde novembro de 2017.

link Lattes

Hew Barreto

Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Alagoas. Foi estagiaria no Instituto Baleia Jubarte em 2015 por 5 meses onde realizou em Abrolhos atividade de observação de baleias-jubarte, monitoramento de boto-cinza e whale whatching. Também foi estagiária no Instituto Biota de Conservação onde participou de monitoramento, manejo e conservação de tartarugas marinhas e mamíferos aquáticos. Atualmente desenvolve pesquisa sobre comportamento de baleia-jubarte no Laboratório de Ecologia Quantitativa. Apaixonada por quadrinhos, colabora com o VIVA Instituto Verde Azul criando ilustrações voltadas à educação ambiental e conservação.

link Lattes

Isabelle Avolio Tristão

Fascinada por animais desde criança, sempre quis mudar o mundo e cuidar do meio ambiente.Aos 9 anos, quando viu o mar pela primeira vez, percebeu, então, que sua vontade era estudar, entender e proteger a vida marinha. Cresceu, se dedicou e agora, Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar – já estagiou com reabilitação de animais marinhos, trabalhando com tartarugas no projeto TAMAR, cuidando de peixes-boi na Aquasis e passando cinco meses no Arquipélago de Abrolhos, onde, durante o estágio no Instituto Baleia Jubarte viu pela primeira vez, uma baleia e descobriu sua verdadeira paixão e vocação: os cetáceos. Desde 2018, realiza atividades com o VIVA, incluindo o trabalho de monitoramento de cetáceos através de ponto fixo de observação em terra, no litoral norte de São Paulo, onde vem exercendo a sua profissão com muito respeito, orgulho e amor pelos animais.

link Lattes

Monique Tayla Gabriel Ferreira

Bióloga Marinha, formada em bacharelado e licenciatura pela UNISANTA. Mestranda na Unifesp, estudando a Percepção Ambiental para compreender a inter-relação homem e o ambiente. Experiência com participação e desenvolvimento de projetos para terceiro setor, pesquisa para criação e planos de manejo em unidades de conservação. Atuante há mais de 10 anos com educação ambiental sobre ecossistemas costeiros e marinhos.
Acredito que educação e conservação caminham juntas, na busca por um mundo mais sustentável.

link Lattes
Ir para o topo